O setor de retalho se digitaliza

O setor de retalho se digitaliza

Digitalização de etiquetas, realidade virtual, impressão 3D, sinalização digital, inteligência artificial… A digitalização chegou no setor de retalho para ficar. De acordo com um estudo da Zebra Technologies, mais de 95% dos retalhistas responsáveis por tomar decisões estão preparados para fazer as mudanças necessárias para adotar a Internet das Coisas.

Os clientes estão entusiasmados, especialmente os millennials, porque as diferentes tecnologias reduzem os custos e ajudam a analisar as informações mais importantes sobre vendas e visitas ao negócio. É claro que, por serem voltadas ao cliente, elas permitem criar uma experiência de compra mais personalizada e satisfatória.

As lojas do futuro

Os estudos de mercado não param de falar disso. Muitas tecnologias entraram no setor de retalho, facilitando o seu funcionamento e permitindo que os retalhistas concentrem-se mais na satisfação dos clientes. As lojas estão a mudar e já podemos encontrar exemplos de realidade virtual nos provadores, sistemas que enviam ao utilizador cupões personalizados de desconto, assistentes virtuais que nos guiam durante a nossa compra, painéis com informações detalhadas e vídeos de produtos, e etiquetas por radiofrequência (RFID), que substituem os códigos de barras. Graças à tecnologia RFID é possível rastrear cada produto, ou seja, é uma ferramenta valiosa para resolver problemas de estoque e até de roubo.

E tudo isso apenas acaba de começar. As possibilidades são imensas.

Leave a Reply

Li e aceito a política de privacidade deste site.

Todas as informações básicas podem ser consultadas nesta ligação.

link mobility - O setor de retalho se digitaliza